terça-feira, 2 de março de 2010

Êxodos, a primeira banda brasileira de rock gospel

Músicas que marcaram uma época de repressão, censura e provocaram polêmicas.

E, 1970, surge no Brasil a primeira banda de rock evangélico, a Banda Êxodos. Ao som de guitarras, bateria e teclado, um grupo de adolescentes batistas canta um estilo de música não tradicional em templos evangélicos, provocando polêmicas e vindo a ser até matéria de reportagem da revista VEJA na época.

Maneira extravagante de se vestir, cabelos compridos, ritimos de rock, pop, blues, e country, letras de protesto contra emoções passageiras como drogas e o amor livre, e um novo modo de se relacionar com Deus, foi contagiante.

O Êxodos atraiu muita gente, na maioria jovens e adolescentes não evangélicos que através do louvor encontravam a verdadeira paz em Jesus Cristo.
Algo sobrenatural acontecendo justamente numa década de censura, repressão, ditatura, rebeldia e protestos impulsionados pelo movimento hippie que tinha como clichê "sexo, dorgas e rock'n roll", e de Igrejas com preconceitos por ritimos diferentes dos tradicionais hinos importatos de padrões ingleses e americanos.

Em meio às adversidades de uma época em que os cânticos entoados pela mocidade eram "taxados" de corinhos, os integrantes do Êxodos foram usados por Deus, tocando e cantando, sob a unção do Espírito Santo, em Igrejas de diversas denominações, praças públicas, encontros ecuêminicos, acampamentos e festivais de música, para a glória de Deus e edificação de pessoas, um novo cântico, uma nova maneira de adoração, não apenas de palavras, mas de mudança de vida e libertação.

Os integrantes da Banda não cantaram apenas para entreter as pessoas, não se preocuparam em obter lucros materias no comércio de discos, mas sim praticar a verdadeira adoração. Muitos jovens prisioneiros do pecado, escravos do vício, foram libertos, vidas foram transformadas por Deus, flores brotaram em galhos secos, e isto sim levou os integrantes na época para apresentações em TV e entrevistas (Revista Veja n° 428 de novembro de 1976).

Devido a preconceitos contra o estilo de música não tradicional em templos evangélicos e pressões por parte fr líderes e membros de Igrejas contrários à adoração com instrumentos tais como guitarras e bateria, os Êxodos foram compelidos à retirada por um discreto convite e encerrar as atividades da banda em 1977. Hoje pela Graça de Deus, é possível ouvir algumas das canções que foram compostas e tocadas pela Banda Êxodos de 1970 à 1977, agora em CD, entre elas a conhecida Galhos Secos.

Contatos e pedidos de cd's:
(11) 3699-4344 / (11) 9962-9571
www.arquivogospel.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário